Níveis de Inglês

Os níveis de proficiência no Inglês são Básico (A1, A2), Intermediário (B1, B2) e Avançado (C1, C2) de acordo com o padrão internacional CEFR (Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas) considerando Comunicação Verbal (Speaking/Listening), Leitura (Reading) e Escrita (Writing). Este padrão é adotado por empresas, escolas, cursos e exames de proficiência. Veja abaixo o quadro de horas cumulativas de estudo do aluno para atingir cada nível.
Fonte: Cambridge Assessment English

A2B1B2C1C2
180–200350–400500–600700–8001,000–1,200

A1 – Iniciante

  • Pode entender e utilizar expressões familiares do dia a dia, bem como frases básicas direcionadas a satisfazer necessidades concretas.
  • Pode apresentar-se e responder perguntas sobre detalhes de sua vida pessoal como, por exemplo: onde vive, pessoas que conhece ou coisas que possui.
  • Pode ainda interagir de maneira simples com nativos desde que estes falem pausadamente, de maneira clara e que estejam dispostos a ajudar.

A2 – Básico

  • Pode entender frases e expressões relacionadas a áreas familiares ao usuário, como informações pessoais e familiares básicas, compras, geografia local, emprego.
  • Pode comunicar de maneira simples em situações familiares que requerem troca de informações curtas e precisas.
  • Pode descrever de maneira superficial aspectos sobre seus conhecimentos, ambiente onde vive e necessidades imediatas.

B1 – Intermediário 

  • Pode entender os pontos principais sobre assuntos do dia a dia como trabalho, escola e lazer.
  • Pode lidar com situações cotidianas no país onde a língua é falada (viagem de turismo).
  • Pode produzir textos simples sobre áreas familiares e de interesse.
  • Pode ainda descrever experiências, eventos, sonhos, desejos e ambições.
  • Além disso pode ainda opinar de maneira limitada sobre planos e discussões.

B2 – Independente

  • É capaz de entender ideias principais de textos complexos que tratem de temas tanto concretos como abstratos, inclusive textos de caráter técnico se forem de sua área de especialização.
  • Pode interagir com falantes nativos com um grau suficiente de fluência e naturalidade de forma que a comunicação ocorra sem esforço por parte de nenhum dos interlocutores.
  • Pode produzir textos claros e detalhados sobre temas diversos, assim como defender um ponto de vista sobre temas gerais, indicando vantagens e desvantagens das várias opções.

C1 – Avançado – Proficiência operativa eficaz 

  • É capaz de compreender uma ampla variedade de textos extensos e com certo nível de exigência, assim como reconhecer nestes, sentidos e idéias implícitas.
  • Sabe expressar-se de forma fluente e espontânea sem demonstrar muitos esforços para encontrar uma palavra ou expressão adequada.
  • Pode fazer uso efetivo do idioma para fins sociais, acadêmicos e profissionais.
  • Pode escrever textos claros, bem estruturados e detalhados sobre temas de certa complexidade, mostrando uso correto dos mecanismos de organização, articulação e coesão do texto.

C2 – Fluente – Domínio pleno

  • É capaz de compreender com facilidade praticamente tudo que ouve e lê.
  • Sabe reconstruir a informação e os argumentos procedentes de diversas fontes, seja em língua falada ou escrita, e apresentá-los de maneira coerente e resumida.
  • Pode expressar-se espontaneamente com grande fluência e com um grau de precisão que lhe permita diferenciar pequenos matizes de significado, inclusive em situações de maior complexidade.